Foi dia de nos encontrarmos no studio, de trocar informação, agendar contactos e falar sobre a investigação. Estou angustiada…hoje cheguei à conclusão que alguma da informação não era a mais fidedigna. Primeiro beco sem saída…e agora. Acabei um telefonema (em alta voz) olhei para o Pau e soltei um estúpido – “isto parece a Britcom”. […]Continue Reading
O Pau já fotografou todo o livro! Foi uma tarefa que misturou malabarismo e delicadeza!! As dezenas de folhas estão agora fotografadas, tal e qual como existem! Fizemos uma primeira impressão para guardar-mos de forma preciosa o original. Entretanto a investigação flui…fazemos vários telefonemas, farejando algumas pistas…descobrimos tão pouco que assusta… e agora? Dados Continue Reading
Consegui saber até agora que, nas décadas de 60 e 70, um fotógrafo, do qual não sei o nome, com estúdio na Rua da Cedofeita 93 – Porto, fazia retratos. E com tudo isto nasce este novo projecto. Pretendemos encontrar as pessoas retratadas e histórias por detrás daquelas provas de contacto.Continue Reading